22 de fevereiro de 2011

Obras de Machado de Assis em hipertextos

A disponibilização na web de clássicos da literatura que caíram em domínio público já não é novidade. Inclua-se aí páginas brasileiras da internet com nomes do porte de um Machado de Assis, por exemplo*. A novidade é que obras como Dom Casmurro e Helena agora estão sendo postadas com inúmeros links ao longo dos seus textos, remetendo a referências das mais diversas, que complementam sua leitura ao contextualizar a época das narrativas e subsidiar o leitor naquilo dificultado pela distância do período em que os livros foram escritos.

É o que o site Romance em Hipertexto proporciona a seus navegadores como fruto de um projeto de pesquisa desenvolvido pela Fundação Casa de Rui Barbosa, com o apoio do CNPq e da FAPERJ. Nele, junto com o acesso ao conteúdo integral de cada obra, são oferecidas também, em notas em forma de links, “explicações sobre todas as citações e alusões do texto: tanto as de natureza simbólica (autores, obras de arte, personagens, fatos históricos referidos por Machado de Assis), como as menções a lugares e instituições não-ficcionais (bairros e ruas da cidade do Rio de Janeiro, lojas, teatros, cafés que as personagens machadianas frequentam)” – registra no site Marta de Senna, coordenadora do projeto Romances de Machado de Assis como Hipertexto.

Além dos dois livros citados, já estão disponibilizados no site Ressurreição, A Mão e a Luva, Iaiá Garcia, Memórias Póstumas de Brás Cubas, Esaú e Jacó, Quincas Borba e Memorial de Aires. Os demais romances de Machado estarão disponíveis daqui a alguns meses, é o que promete a equipe que lida com a edição e preparação dos links desses textos.

Fundação Casa de Rui Barbosa http://www.casaruibarbosa.gov.br/; Rua São Clemente, 134, Botafogo/RJ, (21) 3289-4600

(*) Outras prateleiras virtuais de obras de Machado
....http://machado.mec.gov.br/ parceria entre o Portal Domínio Público (a biblioteca digital do MEC) e a Universidade Federal de Sta. Catarina: organiza, sistematiza, complementa e revisa as edições digitais existentes na rede, gerando o que se pode chamar de Coleção Digital Machado de Assis;
....http://www.uol.com.br/machadodeassis/ coleção completa dos 217 contos de Machado: 205 reconhecidos consensualmente como da pena do autor, dez que lhe foram atribuídos por Magalhães Júnior (incorporados a despeito de dúvidas sobre tal autoria) e dois usualmente classificados como crônicas, aí incluídos devido a seu caráter ficcional.

3 comentários:

  1. Por isso que cabe divulgar projetos como este!
    Bom também te ter por aqui.

    ResponderExcluir
  2. quais sao os fatores historicos do livro a mao e a luva?

    ResponderExcluir